Quantas vezes associamos a implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade a algo “muito burocrático”?

Efetivamente as primeiras versões da norma exigiam que para cumprimento dos seus requisitos existisse uma série de documentação que o comprovasse. No entanto, ao longo dos anos, a norma ISO 9001 foi sofrendo algumas alterações, de forma a simplificar o processo de implementação.

Hoje em dia, com a última atualização realizada em 2015, a ISO 9001 ficou a ser vista como uma norma mais “leve”, pois apenas são necessários documentos que garantam a eficácia dos processos subjacentes ao Sistema de Gestão da Qualidade.

Algo que devemos compreender é que a norma deve ser ajustada à realidade de cada Organização e não o contrário. Não se trata de um fato que compramos com as medidas standardizadas, mas sim um fato feito à medida de cada Cliente, respeitando os seus limites e procurando sistematicamente a melhoria dos processos.

A 9001 não pretende mudar os valores das Empresas, mas sim honrá-los, através de ferramentas que permitam montar estratégias para que se atinjam os objetivos organizacionais.

 Joana Vieira

Pág. 1 de 2

Contactos

AVEIRO

+351 938 157 987
Chamada para a rede móvel nacional 

geral@govision.pt